lisboa

Tiago Penão. Sabores do Japão, tradição e vanguarda

Tiago Penão. Sabores do Japão, tradição e vanguarda

Tiago Penão © ffmag

Na pitoresca cidade de Cascais, o chef Tiago Penão deixou uma marca inquebrantável no mundo da gastronomia com os seus dois singulares restaurantes: o Kappo e o Izakaya. A sua abordagem eclética e o seu absoluto respeito pelas tradições japonesas levaram-no à criação de duas experiências culinárias únicas que combinam a sofisticação da alta gastronomia (restaurante Kappo) com a diversão desenfreada da taberna japonesa (Izakaya).

 

A trajetória de Tiago Penão

Tiago Penão fez um caminho gastronómico impressionante, desde a sua precoce entrada no mundo da cozinha ― tinha apenas 15 anos ―, tendo passado por conceituados estabelecimentos, como o famoso Hotel Penha Longa, e aprendido com os melhores cozinheiros, como o famoso Albert Adrià, com quem trabalhou no Tickets e no Pakta. Mas, sem dúvida, a sua consagração como chef chegou com a obtenção de uma estrela Michelin em 2016 enquanto trabalhava no Midori

O respeito pela gastronomia japonesa e as suas tradições são uma constante no trabalho de Tiago Penão, mas o seu estilo é mais eclético. Cruzando a tradição com a modernidade, a trajetória gastronómica de Tiago impregna as suas criações: desde a cozinha clássica francesa até ao seu trabalho com a criatividade de Albert Adrià. Neste contexto estético e criativo, Tiago domina na perfeição o equilíbrio entre o respeito pelas tradições dogmáticas japonesas e a gastronomia contemporânea. Moderna e minimalista, a sua cozinha inova e ao mesmo tempo honra os princípios da alta gastronomia japonesa, cruzando-se com influências da alta cozinha europeia.

Cozinha japonesa

Cozinha japonesa © Tiago

 

Kappo: a modernização da tradição nipónica

No cerne da proposta culinária de Tiago Penão encontra-se o Kappo, um restaurante gastronómico que redefine a experiência da alta cozinha japonesa. Aqui, o chef estabelece um diálogo direto com os comensais, oferecendo um serviço ao mais puro estilo omakase, que transporta os visitantes para uma experiência culinária inesquecível. Segundo Penão, o Kappo é «um conceito que não é tão formal como o kaiseki», permitindo uma maior interação e um serviço em vários passos, que englobam desde pratos crus ou frios até opções a vapor, entre muitos outros. O Kappo é rigor, precisão e atenção aos detalhes. Aqui os cinco sentidos estremecem, tudo se torna perfeito e realmente inesquecível.

O chef enfatiza a importância de oferecer o melhor produto aos seus clientes. Para isso, a sua grande pedra angular é a sua equipa. Muitas das pessoas que trabalham no Kappo seguiram-no desde o Midori. E todas elas contribuem para a sua execução magistral.

 

Izakaya: o espírito rebelde da taberna japonesa

Em contraste com a elegância formal do Kappo, o Izakaya representa o projeto mais descontraído e subversivo de Tiago Penão, a sua «ovelha negra», como ele próprio diz. Aqui, a experiência centra-se na barra, com um ambiente divertido e com a música bem alta, que captura a essência mais genuína das tabernas japonesas. Para o chef, o Kappo é «um concerto de ópera e o Izakaya de heavy metal». Um «caos ordenado» onde o bar de cocktails de autor e os sakes desempenham um papel crucial na experiência.

O Kappo é um concerto de ópera e o Izakaya de heavy metal

O Izakaya, com capacidade para cerca de 20 pessoas, oferece uma gama diversa de pratos típicos japoneses, como o yakitori, o hatsumoto, e o bonjiri. O bar de cocktails premium, criado com total inspiração japonesa, desempenha um papel fundamental, e Penão destaca a importância dos eventos colaborativos que realizam com especialistas em cocktails de outros restaurantes, enriquecendo ainda mais a experiência do cliente.

Restaurante Kappo. Cascais, Lisboa. Portugal

Kappo © Tiago

 

O futuro, em busca da excelência

Ao perguntar-lhe sobre o futuro, Tiago Penão revela as suas aspirações para o Kappo e o Izakaya. Para o Kappo, deseja «uma versão 2.0 mais pequena e íntima, procurando constantemente a excelência em cada detalhe». Quanto ao Izakaya, o chef planeia «replicar o conceito noutros lugares, com a abertura prevista de outra sucursal em 2024, sempre mantendo a essência da barra e a ligação com o Japão».

Tiago Penão deixou uma marca imperecível no cenário gastronómico português, numa fusão entre a tradição japonesa e a modernidade europeia. Os seus restaurantes, Kappo e Izakaya, proporcionam experiências culinárias únicas que deleitam os comensais e deixam uma impressão indelével. Com uma visão de futuro baseada na busca constante da excelência, Penão ergue-se como uma das figuras mais destacadas no panorama culinário português, transportando a essência do Japão através dos seus pratos ecléticos e da sua abordagem inovadora.

You May Also Like

Post

Rei da China e Casa dos Prazeres: 2 novos restaurantes do José Avillez e Estanis Carenzo

Post

Cabazes de Natal para todos os gostos

Post

Celebra o Dia de São Valentim no Restaurante Pesca

Post

Paulo Amado, o Pai dos chefs portugueses