Estrella Damm e Henrique Sá Pessoa: Mais uma estrela a iluminar Henrique Sá Pessoa

Estrella Damm e Henrique Sá Pessoa: Mais uma estrela a iluminar Henrique Sá Pessoa

© ffmag

Não é Michelin mas brilha com a mesma intensidade. A Estrella Damm, recebe Henrique Sá Pessoa na poltrona de embaixador.

Ser embaixador desta nova “Estrella” é, para o chef, uma forma de valorizar ainda mais a essência da cozinha mediterrânica.

Esta Estrella encaixa que nem uma luva no estilo de vida mediterrânico e ibérico. Traz com ela o sol, a praia e a gastronomia: o verdadeiro espelho daquilo que o chef descreve como “mesa ibérica”. O grande leque de cervejas que a marca Estrella Damm oferece é também um ponto fundamental na ótica de Sá Pessoa, já que cada uma pode ser consumida em momentos distintos, para vários gostos e num estilo de cozinha diferente. A importância da criatividade e da maneira pessoal de tratar e apresentar as suas receitas pode agora aliar-se à originalidade da Damm. A par disso, o sabor da receita original da Estrella Damm é algo que se habilita ficar na memória gustativa dos portugueses.

A ligação entre a cerveja Estrella Damm e a alta cozinha é um dos pilares que constrói a identidade da marca, pelo que, em Portugal esta parceria fez ainda mais sentido. Importante perceber a notoriedade da Estrella Damm que, quando chegou a Portugal em 2012, apanhou os anos da crise económica nacional, e mesmo assim continua a apresentar crescimentos muito acima da média do mercado. Atualmente, a marca já está a trabalhar o canal retalho, com foco na presença em marcas conceituadas, espaços próprios e campanhas específicas.

É um espaço onde tudo pode acontecer

Por tudo isto, não podemos descurar a importância desta ligação no projeto mais pessoal de Sá Pessoa: o Atelier Henrique Sá Pessoa, um espaço que funciona como laboratório de I+D, dando apoio ao Alma e aos outros projetos do chef. Juntamente com a Estrella Damm, Henrique Sá Pessoa vai implementar momentos em que a alta gastronomia estará em destaque, sustentada pela presença de chefs convidados que terão total liberdade para criarem os seus menus exclusivos. Este espaço representa um verdadeiro sonho tornado realidade na carreira do chef.

Chef Henrique Sa Pessoa© Henrique Sá Pesoa

Quando o chef Sá Pessoa abriu o Atelier em Marvila, em novembro de 2017, o seu primeiro objetivo era ter um espaço de criação. Para experimentar, longe da fama e da agitação do seu restaurante Alma e que pudesse servir também como ‘supper club’ exclusivo para acolher 12 comensais numa mesa única, em eventos privados ou jantares mais intimistas. Dois anos mais tarde, com duas estrelas Michelin conquistadas, o Atelier ganha um reconhecimento ainda maior. Até porque é um espaço em que se pode usufruir de uma experiência de proximidade tão grande com um chef com tal distinção. Mas esse conceito, afinal, não chega para as grandes ambições empreendedoras de Sá Pessoa.

Achamos que este atelier devia ser mais do que uma cozinha de pesquisa para o Alma, mais do que fazer dois ou três jantares com o chef Henrique Sá Pessoa, mas que fosse também um espaço de acolhimento de jovens chefs para fazer pop-ups, uma espécie de um espaço criativo onde se possa criar um calendário de eventos e onde tudo pode acontecer

O desafio foi rentabilizar o recinto, desde provas de vinhos ou mesmo fugir da gastronomia e fazer eventos de moda, workshops, atividades que abram portas para a inovação que, muitas vezes, fica escondida. Que esse espaço também tenha vida para além da presença do Henrique SáPessoa, que não seja importante sópela minha presença realça o chef, com a simplicidade que tão bem o define. Que as pessoas consigam ver o Atelier como um parceiro, é a grande missão que se impõe. Para mim émuito mais importante deixar um legado a jovens que eu sei que estão a fazer um trabalho fantástico mas que se calhar não têm exposição, e eu posso aproveitar a minha imagem para os ajudar, acho que isso égratificante e penso que deve haver mais união no setor refere o chef.

Para garantir a viabilidade financeira do Atelier, Henrique contou com a Estrella Damm que tem levado para o seu universo outros chefs Michelin, como Ferran Adrià, do El Bulli, que desenvolveu a cerveja Inédit.

Atelier© Henrique Sá Pesoa

You May Also Like

Post

Rei da China e Casa dos Prazeres: 2 novos restaurantes do José Avillez e Estanis Carenzo

Post

Cabazes de Natal para todos os gostos

Post

Celebra o Dia de São Valentim no Restaurante Pesca

Post

Paulo Amado, o Pai dos chefs portugueses

Post

Chef Agnaldo Ferreira, Gaveta de sabores japoneses